Nota

Comic Sans, a renunciada pelos designers.

6 nov

Comic Sans, a fonte renunciada pelos designers.

Comic Sans é uma fonte que foi criada em 1994  pelo engenheiro de tipografia Vincent Connare e foi direcionada para uso em softwares infantis  na versão Microsoft Bob, como já havia acontecido em outras criações. A fonte foi baseada na escrita para balões de falas de história em quadrinhos que se encontrava no escritório do designer.

A criação da fonte demorou para acabar, pois há todo momento Vincent fazia uma modificação, e por esse motivo ela não foi incluída no projeto da Microsoft, mas mesmo assim os programadores do projeto Microsoft 3D Movie Maker, que iriam usar balões de falas, decidiram adotar a fonte. Tempo depois a fonte foi incluída com o pacote Windows 95 Plus! e desse tempo para cá a fonte só ganhou mais popularidade e a renúncia dos designers.

E por que essa renúncia?

A maior parte dos designers dizem que a Comic Sans é uma total falta de senso. Ela foi classificada como uma fonte casual e os designers alegam que ela não pode ser casual pois seu script não é conectivo (as letras não combinam entre si) e foi criada para imitar a escrita à mão em histórias em quadrinhos e para uso em documentos informais.

Na prática a história é totalmente diferente, a fonte começou a ser usada deliberadamente em outdoors não infantis, cartas comerciais, avisos em empresas, ruas e obras, em geral é usada incorretamente em situações sérias, formais e ambientes profissionais. A fonte causa polêmica na internet e qualquer projeto formal que utilize Comic Sans é alvo dos críticos.

Está acontecendo um manifesto para que a fonte Comic Sans seja banida, o site responsável por tal protesto é o Ban Comic Sans.“Ela não é nem mesmo guilty pleasure. Não é como assistir um filme de Brett Ratner ou ouvir um CD do Kenny G. Nenhum prazer pode ser derivado do uso de Comic Sans.” Alegou os protestantes.

Recentemente, os cientistas responsáveis pelas pesquisas sobre a Bóson de Higgs foram altamente criticados por usarem Comic Sans nos slides do anúncio da descoberta da partícula.

“É apropriado usar Comic Sans se você não tem bom gosto. Usar Comic Sans (exceto em quadrinhos) é como fazer física usando unidade imperial”, afirmou Alastair Houghton, dono da conta @alastairh no Twitter.

“Por favor, não use Comic Sans. Somos uma das 500 maiores empresas segundo a Fortune, e não uma barraquinha de limonada.”

Apesar de toda a polêmica contra a fonte, há quem a defenda. Há pouco mais de um ano, dois designers franceses Florian Amoneau e Thomas Blanc criaram o “Comic Sans Project“, um projeto que propõe a restituição do uso da fonte no mundo do desenho.

Que a Comic Sans é utilizada inapropriadamente é algo certo, mas a ideia de usá-la em projetos infantis me causa algumas dúvidas, pelo fato de ela não ser conectiva o visual não é um dos pontos fortes dela, para crianças, talvez, ela é uma boa opção para fácil entendimento. Porém, atualmente temos tantas opções mais modernas, de fácil entendimento e voltadas para o público infantil, por que não usá-las? Os momentos em que a Comic Sans esteve em alta já passaram, é hora de atualizar.

Bibliografia:

Produzido por:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: