Nota

Estruturas de um Tipo

7 nov

Estruturas de um Tipo

Todo designer ou diagramador que se preze tem que conhecer um pouco sobre tipografia. Afinal, eles têm que saber que tipo de fonte usar e para que. Bem, neste post escreverei a respeito das variações estruturais de um tipo, mas, antes explicarei rapidamente sobre a classificação das fontes e seus elementos.

As fontes são podem ser classificadas em 4 grupos: Serifadas (com serifa), não-serifadas (sem serifa), cursivas (handwriten) ou dingbats (fantasia).

Para entendermos as fontes serifadas, temos que antes entender os elementos tipográficos. Toda e qualquer fonte tipográfica é composto por elementos distintos, tais como:

  • Linha de Base (baseline)
  • Linha Central (meanline ou midline)
  • Ascendente (ascender)
  • Descendente (descender)
  • Letra Caixa Alta (upper-case)
  • Letra Caixa-baixa (lower-case)
  • Altura de x (x-height)
  • Cabeça ou Ápice (apex)
  • Serifa (serif)
  • Barriga ou Pança (bowl)
  • Haste ou Fuste (stem)
  • Montante ou Trave (diagonal stroke)
  • Base ou Pé (foot)
  • Barra (bar)
  • Bojo (counter)
  • Etc

Fontes serifadas são aquelas cujo final de suas hastes têm um prolongamento, diferente das sem serifa. Já as fontes cursivas são aquela que imitam a escrita humana. E as fantasias são aquelas sem uma regra específica, desenhadas de modo que represente algo.

Bibliografia:

Produzido por:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: