Tag Archives: Bodoni
Nota

Tipógrafos famosos #1 – Garamond, Bodoni e Baskerville.

7 nov

Tipógrafos famosos #1 – Garamond, Bodoni e Baskerville.

Sim, essas fontes usadas, muitas vezes em trabalhos acadêmicos, em uma tentativa de fugir do bom e clássico Arial, têm um criador. Hoje falarei a respeito dos tipógrafos responsáveis pelas fontes Garamond, Bodoni MT [Black, Condensed, Poster Compressed] e Baskerville.

Claude Garamond, nascido em paris em 1490, com apenas quinze anos já tinha gravado um jogo de punções. Com vinte anos começou sua aprendizagem na oficina de Antoine Augereau, como gravador de punções.

Garamondius, que era como ele próprio chamava-se, foi o primeiro que se especializou no desenho e na gravura de punções para tipos móveis, como serviço prestado a outros impressores. Perfeccionista como era, insistia em margens na página, qualidade de impressão, qualidade de papel e claro, na qualidade do desenho. Inspirou-se em  Aldus Manutius,  Francesco Griffo e Simon de Colines.

O que sabe sobre o modo de trabalho de Garamond era que sua oficina era pequena, aos seus aprendizes, não ensinava suas arte de gravador e sim as técnicas de fundição. Este grande mestre daa tipografia morreu provavelmente em 1561.

Matrizes de Garamond

Matrizes de Garamond

Giambattista Bodoni, fontes neo-clássicas, um artista cuidadoso ao elaborar seus tipos, com contrastes de escuro e claro, as hastes finas e grossas.

Segundo Bodoni, os caracteres tinham quatro fontes de beleza. A primeira era a regularidade, pois todos os caracteres de uma família de fonte deveriam ter alguma semelhança, criando uma espécie de identidade como ao mesmo tempo cada um com sua singularidade, mas sem destoar do inicial. O segundo, era a polição e a nitidez, o que mostra a perfeição que Bodoni tinha, tudo teria que estar perfeito para assim uma melhor apreciação dos tipos. Em terceiro temos, a escolha de formas, concordando com o bom gosto, espírito de nação e espírito do século, isso é, de certa forma uma resposta à quem insulta os tipos de Bodoni, pois ele fez suas fontes de acordo com a época que vivia, com o país que vivia e tinha um dom sem igual para isso. A quarta e última fonte de beleza era a graça, o compreender, o apreciar, a beleza que o tipo nos passa.

John Baskerville, suas formas eram mais arredondadas, leves, serifadas, tinham algo que lembravam as caligrafias feitas a mão da época.

Foi nomeado impressor oficial da Universdade de Cambridge, em 1758, onde publicou sua obra-mestra tipográfica, uma Biblia in-folio, impressa com os seus próprios tipos, tinta e papel. O curioso era Baskerville ser ateu e ter publicado uma das mais famosas edições inglesas da Bíblia.Os livros de John eram caros, fazzendo da elite, seu “público alvo”. Ele não era muito de usar elementos decorativos em suas edições. Em seus layouts, os

espaços entre as linhas eram muito abertos, e margens nas páginas extremamente generosas. De um jeito ou de outro mudou a moda da época.

Baskerville faleceu por volta de 1775, e sua mulher manteve a oficina tipográfica por mais dois anos

após sua morte, depois acabou vendendo a maioria dos tipos ao dramaturgo Beaumarchais. outro, mudou a moda da época.

Bibliografia:

Tipografos.net (Garamond)

Tipografos.net (Baskerville)

Tipografos.net (Bodoni)

Produzido por:

Anúncios